Importância da água para o desenvolvimento humano é tema de debate mundial em 2015. | São Geraldo Poços | Notícias

0800 022 3460 • (21) 3405-3460 • 98130-2049 • 3405-3465

Fale Conosco

Importância da água para o desenvolvimento humano é tema de debate mundial em 2015.
13/03/2015
4555df80af9a465f9bee713af3369154

A importância da água para o desenvolvimento humano sustentável é o tema que pautará as discussões do setor de recursos hídricos no mundo em 2015 e será o tema do Dia Mundial da Água (22 de março), de acordo com a agência da ONU para assuntos relacionados à água doce e saneamento, a UN-Water. O tema foi definido durante Conferência Internacional realizada em Saragoça, na Espanha, que contou com representantes da ONU, da sociedade civil e de empresas privadas, além de especialistas de instituições governamentais e não-governamentais.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) tem diversas obras implementando projetos de recursos hídricos pelo país. Os mochileiros do PAC viajaram pelo Brasil para conhecer esses projetos:

O Dia Mundial da Água foi instituído pela ONU durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Eco-92, realizada no Rio de Janeiro. Desde então, as celebrações ao redor do mundo acontecem a partir de um tema anual, definido pela própria Organização, com o intuito de abordar os problemas relacionados aos recursos hídricos.

Veja fotos de obras do PAC no setor de Recursos Hídricos em nossa página no Flickr.

Segundo Michel Jarraud, diretor da UN-Water, 2015 é um ano importante para reduzir os riscos no abastecimento de água e também para as mudanças climáticas. Ele lembrou ainda que 2015 é o último ano da Década Internacional para Ação ‘Água para Vida’.

Brasília será sede do Fórum Mundial da Água em 2018

A capital federal foi eleita sede do Fórum Mundial da Água de 2018 durante a 51ª Reunião do Quadro de Governadores do Conselho Mundial da Água (WWC), realizada em Gyeongju (Coreia do Sul). O fórum ocorre a cada três anos e é o maior evento do mundo com a temática dos recursos hídricos. A campanha brasileira apresentou o tema ‘Compartilhando Água’, para integrar os assuntos discutidos nas edições anteriores do evento, dando continuidade aos debates já realizados sobre os desafios do setor de recursos hídricos.

Para acessar o infográfico completo: http://www.pac.gov.br/i/d466ebb2

Para acessar o infográfico completo: http://www.pac.gov.br/i/d466ebb2

De acordo com o Ricardo Medeiros de Andrade, Superintendente de Implementação de Programas e Projetos da Agência Nacional de Águas (ANA), a grande contribuição que o fórum proporciona é a troca de experiência “seja política, seja institucional, seja de solução prática para problemas de gestão de recursos hídricos”. A última edição do Fórum Mundial da Água reuniu mais de 140 países.

“Os investimentos do PAC dialogam muito com a solução para problemas locais, como o saneamento, por exemplo, e também com soluções para problemas nacionais, como o Projeto de Integração do rio São Francisco [PISF]. O fórum busca debater e apresentar esse tipo de solução”, afirmou Andrade.

A diretora de Infraestrutura de Recursos Hídricos da Secretaria do PAC (SEPAC), Cristiane Batistton, aponta que, assim como o PISF, o PAC tem investido em obras como o Eixão das Águas (CE), já concluído e com 255 KM de extensão; o Cinturão das Águas (CE); o Ramal e Adutora do Agreste (PE); a Vertente Litorânea (PB); o Canal do Sertão Alagoano (AL); Adutora Pageú (PE); e Adutora do Algodão (BA). “O Brasil tem muita água doce, mas não quer dizer que ela seja bem distribuída no tempo e no espaço. O intuito dessas obras é equilibrar essa distribuição”, disse.

 

Desde 2007, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) investiu R$ 107,9 billhões em obras e ações de recursos hídricos. Atualmente são 4.604 empreendimentos em Recursos Hídricos e Água em Áreas Urbanas que estão em andamento por todo o país.

Em infraestrutura hídrica foram investidos R$ 24,6 bilhões em 253 empreendimentos que visam garantir o acesso à água e o desenvolvimento sustentável no Nordeste Setentrional e demais regiões onde a escassez da água limita a qualidade de vida e a atividade econômica.

No eixo Água em Áreas Urbanas foram investidos R$ 20,3 bilhões em 3.852 empreendimento para instalação de adutoras, estações de tratamento, reservatórios, regularização da distribuição, aumento da produção e cobertura de água nas cidades.

Para promover a universalização do acesso à água em territórios rurais, tanto para consumo humano quanto para a produção agrícola e alimentar, com prioridade de atendimento às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza, inscritas no Cadastro Social Único (CadÚnico), o Programa Água para Todos foi investido um total de R$ 4,2 bilhões.

Em Saneamento foram investidos, em 6997 empreendimentos, R$ 44 bilhões, com o objetivo de aumentar a cobertura de coleta e tratamento de esgoto, proteção dos mananciais, despoluição de cursos d’água e no tratamento de resíduos sólidos.

Já para o Manejo de Águas Pluviais foram destinados R$ 14,6 bilhões para 416 empreendimentos.

Fale com a gente

0800 022 3460
(21) 3405-3460
(21) 98130-2049
(21) 3405-3465

R. Antonio Carvalhães, s/n
Santa Cruz
Rio de Janeiro - RJ